Faculdade FaSouza - Saúde indígena 420 horas

Saúde e bem-estar

Pós-Graduação Faculdade FaSouza - Saúde indígena 420 horas, lato sensu, 100% ONLINE/EAD. Todos os cursos de pós-graduação Lato Sensu atendem a Resolução CES/CNE nº 01, de 06 de abril de 2018.

Saúde indígena 420 horas

Faculdade FaSouza - Saúde indígena 420 horas

Pós-Graduação em Saúde Indígena 420 horas, estudar o processo saúde-doença da população indígena, implementando ações de promoção e manutenção da saúde, políticas públicas voltadas para a saúde indígena e fornecer ao profissional que irá trabalhar na área, o conhecimento acerca de novas culturas e outras concepções de mundo. O estudo deve ser feito dentro de uma perspectiva antropológica no sentido da compreensão e valorização das culturas e sobretudo da indígena.

Assim, o profissional que irá atuar junto à população indígena deverá possuir uma visão diferenciada em relação à sua atuação e postura no momento de atender o indígena pois sua crença em relação ao poder curativo das plantas e do Pajé em momento algum pode ser desconsiderada, ao contrário, o profissional deverá atuar no sentido de valorizar e considerar esse conhecimento em função do objetivo maior que é a melhoria das condições de saúde e qualidade de vida do indígena frente às condições da realidade atual.

Ampliar os estudos sobre a saúde dos povos indígenas através de um curso de especialização (pós-graduação latu sensu) , se justifica pelo fato registrado em um recente documento do Ministério da Saúde, intitulado Política Nacional de Atenção aos Povos Indígenas, que não somente explicita a condição de ausência de dados, como também aponta para a magnitude das desigualdades entre a saúde dos povos indígenas e de outros segmentos da sociedade nacional: “Não se dispõe de dados globais fidedignos sobre a situação de saúde... [dos povos indígenas], mas sim de dados parciais, gerados pela FUNAI, pela FUNASA e diversas organizações não governamentais ou ainda por missões religiosas que, por meio de projetos especiais, têm prestado serviço de atenção à saúde dos povos indígenas.

Embora precários, os dados disponíveis indicam, em diversas situações, taxas de morbidade e mortalidade três a quatro vezes maiores que aquelas encontradas na população brasileira geral. O alto número de óbitos sem registro ou indexados sem causas definidas confirmam a pouca cobertura e baixa capacidade de resolução dos serviços disponíveis” (FUNASA 2002:10). Fica claro assim, a relevância dos estudos nessa área em busca de melhorias na formação dos profissionais que atuam na saúde e sobretudo aos que atuam atendendo os povos indígenas.

Objetivo Geral

Fomentar a disseminação de práticas profissionais que levem ao reconhecimento e enfrentamento do Racismo e a promoção de mudanças na cultura, com vistas à adoção de práticas antirracistas e não discriminatórias.

Objetivos Específicos

a) Incentivar a ampliação de conhecimentos do profissional da saúde para atenção aos principais agravos que acometem aos povos indígenas;

b) Apoiar e incentivar a Educação Permanente das equipes de saúde para a atenção qualificada à saúde dos povos indígenas;

C) Dialogar sobre as Políticas Públicas acerca da Saúde Integral dos Povos Indígenas, com o objetivo de promover a equidade e a integralidade em saúde desses povos e combater a discriminação étnico-racial (que ocorrem ou possa vir a ocorrer) nos serviços e atendimentos oferecidos na rede SUS.

Público-alvo 

Profissionais universitários que trabalham ou pretendem trabalhar direta ou indiretamente com atenção à saúde dos povos indígenas no Brasil.

Área de Atuação

Saúde e bem-estar

O certificado de Pós-graduação será emitido em até 10 dias úteis, após a conclusão do curso e solicitação pelo AVA, para alunos matriculados a partir de 09/03/2021.

Modelo de Certificado da Pós-graduação na FaSouza

O TCC é opcional para alunos matriculados a partir de 06/11/2019. Os alunos que optarem em fazer o TCC, terão seus artigos publicados na Revista Acadêmica Digital da FaSouza. Publicar um artigo científico é uma das vivências acadêmicas que possibilitam enriquecer o currículo acadêmico.

Sim. A Faculdade FaSouza é credenciada pelo MEC através da portaria nº 128, de 4 de março de 2021, publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 8 de março de 2021, seção 1, página 88.

Portaria de Credenciamento MEC da Faculdade FaSouza

EMEC da Faculdade FaSouza

Sim, o aluno faz todas as atividades dentro do seu AVA (Ambiente virtual de aprendizagem).

PILARES OBRIGATÓRIOS PARA CONCLUSÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO

Os Cursos têm duração mínima de 4 meses(para os cursos de 420 horas) e 6 meses (para os cursos de 720 horas) e máxima de 18 meses, deverá ser considerada também a data de colação de grau da graduação. Para Conclusão do Curso a partir de 4 meses é necessário que o aluno não tenha nenhuma pendência, ou seja, ele deverá ter sido aprovado em todas as disciplinas do curso, a documentação deve ter sido toda entregue, o TCC aprovado (caso aluno opte em fazer), e as mensalidades pagas para a emissão do Certificado.

Pilares obrigatórios da Pós-Graduação

1. Ser aprovado em todas as disciplinas com nota mínima de 7 (sete) pontos;

2. Ter quitado todas as parcelas do curso;

3. Entregar todas as documentações exigidas;

4. Caso aluno opte em fazer o TCC, ser aprovado no TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) com nota mínima de 7 (sete) pontos. Os estudantes que obtiverem as melhores notas no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), terão seus Artigos publicados na Revista Acadêmica Digital. Link da Revista: https://souzaeadrevistaacademica.com.br. Publicar um artigo científico é uma das vivências acadêmicas que possibilitam enriquecer o currículo acadêmico. O mais comum é que estudantes dos cursos de mestrado e doutorado publiquem os resultados de sua pesquisa, porém alunos da graduação e Pós-Graduação também podem publicar suas produções em periódicos especializados.

É uma revista científica reconhecida, ou seja, registrada internacionalmente com o ISSN 2595-5934. Agora que você já sabe onde publicar seu artigo científico, não deixe de aproveitar a oportunidade para ampliar os seus conhecimentos e turbinar o seu currículo.

5. TCC opcional para alunos matriculados a partir do dia 06/11/2019.

Pilares obrigatórios da Pós-Graduação, fluxo de atividades

O certificado de Pós-graduação será emitido em até 10 dias úteis, após a conclusão do curso e solicitação pelo AVA, para alunos matriculados a partir de 09/03/2021.

Você inicia seu curso após o pagamento da taxa de matrícula. Você receberá seu login e senha em até 48 horas úteis. Nossos colaboradores ligam para você, para tirar dúvidas e orientar sobre o funcionamento do curso. E também te orientam sobre os cursos grátis.

Sim, são disponibilizadas videoaulas gravadas por (Doutores, Mestres e Especialistas), para tornar o ensino na modalidade EAD mais próximo e humanizado. Confira a grade do seu curso.

Os alunos que obtiverem as melhores notas no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), terão seus Artigos publicados na Revista Acadêmica Digital. Link da Revista: Clique aqui.

MATRIZ CURRICULAR
SAÚDE INDÍGENA 420 HORAS

MÓDULOS DISCIPLINA C.H VIDEOAULA NÚCLEO
Mód. 01 ESTRUTURA DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL 30 h Videoaula FaSouza estrutura da saúde pública no brasil Núcleo Comum
Mód. 02 SAÚDE EDUCAÇÃO E CIDADANIA 30 h Videoaula FaSouza saúde educação e cidadania Núcleo Comum
Mód. 03 OMS - ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE E AS POLÍTICAS INTERNACIONAIS 30 h Videoaula FaSouza oms - organização mundial de saúde e as políticas internacionais Núcleo Comum
Mód. 04 METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA 30 h Videoaula FaSouza metodologia da pesquisa científica Núcleo Comum
Mód. 05 ANTROPOLOGIA, INDÍGENAS E A SAÚDE PÚBLICA 50 h Núcleo Específico
Mód. 06 ABORDAGENS PEDAGÓGICAS EM SAÚDE INDÍGENA 50 h Núcleo Específico
Mód. 07 EPIDEMIOLOGIA APLICADA À SAÚDE INDÍGENA 50 h Núcleo Específico
Mód. 08 INTERVENÇÕES CLÍNICAS E ATENDIMENTO AO INDÍGENA 50 h Núcleo Específico
Mód. 09 ORGANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE INDÍGENA - SUS 50 h Núcleo Específico
Mód. 10 BOTÂNICA APLICADA À SAÚDE INDÍGENA 50 h Núcleo Específico

  Carga Horária Total: 420 horas
  (C = Comum)          (E = Específico)